preço drogasil precisa de receita

Veja indicações, preço, posologia da Dexametasona 4 mg comprimido, xarope e injetável!





Dexametasona é um corticoide produzindo sinteticamente, com efeito anti-inflamatório, antirreumático e antialérgico.
Os corticoides, conhecidos também como cortisol ou cortisona, são hormônios que o próprio corpo produz, mais precisamente pelas glândulas suprarrenais.

O medicamento apresenta versões em comprimido, pomada, solução injetável, xarope, spray e colírio.

Mas, para que serve o remédio Dexametasona realmente?

Indicação

Há várias indicações para o uso da dexametasona, estre elas para tratar inflamações e alergias.

Doenças pulmonares, sanguíneas, gastrointestinais; problemas reumáticos, lúpus, asma, artrites, problemas de
pele, olhos e também glandulares são tratados com a medicação.

Além disso, o medicamento é indicado para tratamentos de qualquer doença que responda bem ao corticoide.

Versões





xarope serve para tosse



Corticoides orais

Os comprimidos são usados no tratamento de males crônicos, tais como: bronquite, doença de Crohn, hepatite ou artrite.

Corticoides tópicos (pomada)

São cremes usados para tratamento de reações alérgicas ou então doenças de pele, como as urticárias ou eczemas.

Corticoides injetáveis

Devem ser recomendados e administrados somente pelo médico. Trata problemas crônicos de queloides, lúpus e artrite reumatoide.

Xarope






O xarope serve para tosse alérgica em crianças.

Corticoides em sprays

Usados para tratar asma e rinite alérgica, assim como demais alergias respiratórias.

Corticoides em colírio

São utilizados para tratamento oftálmico, como a conjuntivite.

Contraindicação

O medicamento é contraindicado a pacientes portadores de algumas doenças como:

• Tuberculose;

• Diabetes;

• AIDS;

• Infecções por fungos;

• Infecções bacterianas;

pomada serve para candidiase

• Infecções virais;

• Insuficiência cardíaca;

• Glaucoma;

• Disfunção hepática grave ou renal.

Nos casos de gravidez e amamentação, assim como administração em crianças deve haver maior cuidado na utilização do medicamento, devendo apenas ser utilizado com acompanhamento médico, assim como nas demais situações.

A interação medicamentosa também deve ser de conhecimento do médico, além disso, deve-se evitar a automedicação sempre.

Efeitos colaterais

Há efeitos adversos? Como a grande maioria dos medicamentos, a dexametasona pode ocasionar sim alguns efeitos indesejáveis.

Os efeitos adversos mais comuns ocorrem nos caso de medicação oral, podendo haver: dores de cabeça; retenção de líquidos, vertigens, tonturas e anomalias menstruais.

injetável intramuscular

Quando administrado em forma de pomada o medicamento pode sugerir coceiras e irritações no local da aplicação, principalmente quando o uso se faz por maior tempo.

Advertências

Antes do uso da dexametasona, consulte seu médico e o informe se:

• Tiver idade superior a 65 anos ou inferior a 18;

• Se tiver suspeita de tuberculose;

indicações efeitos colaterais engorda dá sono

• Se sofrer de insuficiência cardíaca ou tiver taxas elevadas de açúcar no sangue;

• Se tiver pressão alta, diabetes ou úlceras no estômago;

• Se tiver tido sarampo ou catapora;

• Se estiver tomando demais medicamentos, incluindo os medicamentos sem prescrição médica.

Enquanto em tratamento deve-se tomar cuidado quando estiver ao volante, pois, o medicamento pode ocasionar distúrbios psicológicos tais como alterações no humor ou mesmo dificuldade de discernimento.

O tratamento não deverá ser cessado sem o prévio conhecimento do médico.

Os horários e as doses, assim como a duração da terapêutica devem ser respeitados.

Preço

A dexametasona (medicamento genérico), 4 mg, contendo 10 comprimidos pode ser encontrada em farmácias por preços que variam entre R$7,00 e R$12,00.

Já a pomada, com 15 gramas pode ser encontrada por valores entre R$12,00 e R$20,00.